Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

neri-site
No comando: PROGRAMA MANHÃ 87 – LOCUTOR NERI NETO

Das 07:00 as 10:00

site-andrey
No comando: PROGRAMA CONEXÃO 87 – LOCUTOR ANDREY SALLES

Das 10:00 as 12:00

a-hora-do-forro-site-joao-bahiano
No comando: A HORA DO FORRÓ – LOCUTOR JOÃO BAHIANO

Das 12:00 as 13:00

jornal
No comando: JORNAL 87 FM NOTÍCIAS

Das 12:30 as 14:00

carvalho-de-justica-site
No comando: PROGRAMA CARVALHO DE JUSTIÇA – PASTOR JOSÉ ROBERTO

Das 13:00 as 15:00

val-silva-show-site
No comando: PROGRAMA VAL SILVA SHOW

Das 17:00 as 19:00

Empresa de ônibus envolvida em acidente em Taguaí com mais de 40 mortos era clandestina

Compartilhe:
acidente-tguai

A empresa de ônibus Star Viagem e Turismo, que se envolveu em um acidente com mais de 40 mortos na manhã desta quarta-feira (25), em Taguaí (SP), não tinha autorização para operar, segundo informações da Agência de Transporte do Estado de São Paulo, a Artesp.

A reportagem apurou que a empresa já foi multada várias vezes e era considerada clandestina pelo órgão fiscalizador. Nem no site da Artesp nem no da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) há registros sobre a Star Viagem e Turismo – empresa criada em 2016 e com sede em Taquarituba, segundo dados da Junta Comercial do Estado.

O veículo envolvido na batida, com placa DJC 8811, acumula 11 multas – 2 municipais, 1 do Detran e 8 do D.E.R. Além disso, estava com IPVA, licenciamento e DPVAT atrasados, ou seja, não poderia estar em circulação. São mais de R$ 5 mil em débitos.

Segundo a Artesp, “a empresa não possui registro para transporte de passageiros e roda ilegalmente desde 11 de outubro de 2019”.

A agência também detalhou as fiscalizações mais recentes que envolveram a Star Viagem e Turismo: “No mês de março de 2020 foram registradas algumas infrações à empresa: no dia 3, a Star foi multada por realizar fretamento irregular na Rodovia Raposo Tavares, próximo ao km 296, em Avaré, ao realizar o transporte de 30 estudantes, que saíram da cidade de Fartura com destino a faculdade de Avaré. A empresa foi autuada, multada, o veículo foi retido e realizada a retirada dos passageiros. No mesmo dia, uma nova multa foi aplicada à empresa, por transportar, irregularmente, 43 estudantes com a mesma origem e destino. Dois dias depois, a empresa recebeu nova autuação por fretamento irregular na Rodovia Raposo Tavares (SP 270), próximo ao km 372, em Ourinhos, quando tiveram dois veículos autuados, retidos e realizado o transbordo dos 15 passageiros.”

A colisão aconteceu por volta das 6h30, no km 172 da Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho. O ônibus, que seguia sentido Taguaí, bateu de frente em uma carreta que vinha no sentido contrário da rodovia.

No ônibus havia cerca de 50 funcionários da Stattus Jeans, com sede em Taguaí. Segundo informações da Polícia Militar, o ônibus pegou passageiros em Itaí e Taquarituba e seguia para a empresa têxtil quando houve o acidente.

Segundo o porta-voz da PM, tenente Alexandre Guedes, este é o maior acidente do ano nas rodovias do estado de São Paulo.

fonte: G1

Deixe seu comentário: