Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

neri-site
No comando: PROGRAMA MANHÃ 87 – LOCUTOR NERI NETO

Das 07:00 as 10:00

site-andrey
No comando: PROGRAMA CONEXÃO 87 – LOCUTOR ANDREY SALLES

Das 10:00 as 12:00

a-hora-do-forro-site-joao-bahiano
No comando: A HORA DO FORRÓ – LOCUTOR JOÃO BAHIANO

Das 12:00 as 13:00

site-teus-altares
No comando: PROGRAMA TEUS ALTARES METODISTA

Das 13:00 as 14:00

carvalho-de-justica-site
No comando: PROGRAMA CARVALHO DE JUSTIÇA – PASTOR JOSÉ ROBERTO

Das 13:00 as 15:00

val-silva-show-site
No comando: PROGRAMA VAL SILVA SHOW

Das 17:00 as 19:00

Fonte da Praça da Preguiça é vandalizada com sabão em pó em São Roque

Compartilhe:
espuma

A fonte que amanheceu coberta por espuma no domingo (11) após ser vandalizada com sabão em pó, na área central de São Roque, precisou ser esvaziada e passar por um processo de limpeza por uma equipe do Departamento de Obras da cidade.

Segundo a Guarda Civil Municipal, vândalos teriam jogado sabão em pó durante a madrugada de domingo. Como a fonte estava ligada, a pressão movimentou a água e acabou gerando a espuma no chafariz do local conhecido como “Praça da Preguiça”.

De acordo com a prefeitura, a fonte é desligada automaticamente diariamente às 21h. Os vândalos quebraram o cadeado da porta da sala de bombas e ligaram os equipamentos manualmente, informou a Guarda.
A estudante Vitória Savioli mora perto da praça e conta que sempre que pode leva os irmãos para passearem perto da fonte. Ela diz que no sábado passou no local 21h e estava normal.

Contudo, quando voltou às 23h, a fonte já estava lotada de espuma, o que chamou a atenção dos moradores.

Uma equipe do Departamento de Obras esteve na praça para tirar a água e a espuma. A próxima etapa será a limpeza do chafariz.

A Guarda Civil informou que tenta identificar os responsáveis pela ação e câmeras de segurança do entorno devem ser usadas para tentar identificar os suspeitos.

Ainda de acordo com a corporação, os moradores que tiverem informação sobre o suspeito podem denunciar o caso. Destruir, inutilizar ou deteriorar o bem ou serviços da união, estado ou município é considerado crime contra o patrimônio público.

fonte: G1 foto: Marcelo Roque

Deixe seu comentário: