Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

neri-site
No comando: PROGRAMA MANHÃ 87 – LOCUTOR NERI NETO

Das 07:00 as 10:00

site-andrey
No comando: PROGRAMA CONEXÃO 87 – LOCUTOR ANDREY SALLES

Das 10:00 as 12:00

a-hora-do-forro-site-joao-bahiano
No comando: A HORA DO FORRÓ – LOCUTOR JOÃO BAHIANO

Das 12:00 as 13:00

site-teus-altares
No comando: PROGRAMA TEUS ALTARES METODISTA

Das 13:00 as 14:00

carvalho-de-justica-site
No comando: PROGRAMA CARVALHO DE JUSTIÇA – PASTOR JOSÉ ROBERTO

Das 13:00 as 15:00

val-silva-show-site
No comando: PROGRAMA VAL SILVA SHOW

Das 17:00 as 19:00

“Predadores Assassinos” cumpre com a proposta e entrega filme cheio de surpresas

Compartilhe:
preda

Se você está procurando um filme para te fazer pular da cadeira de medo, a dica da semana é “Predadores Assassinos”, de Alexandre Aja, que estreia na próxima quinta-feira (26) nos cinemas. Com elenco composto por Kaya Scoledelario e Barry Pepper, a trama é de arrepiar.

A história é sobre a jovem nadadora Haley, que está brigada com o pai e ex-treinador. A trama se passa em meio a uma forte tempestade na a cidade onde moram. Em meio a furacões e tsunamis, os dois ficam presos em casa. Com a intensidade da tempestade, eles logo descobrem uma ameaça ainda mais assustadora: a presença de um bando de jacarés enormes.

A estória é bem clichê enquanto terror “trash”, mas não deixa de agradar. O roteiro apresenta diferentes momentos em que as falas se encaixam, e isso acaba deixando um pouquinho brega, o que já era de se esperar. São cenas que relacionam as competições de natação de Haley com a disputa por sobrevivência com os jacarés. Mas o filme cumpre exatamente aquilo que propõe: um clichê legal que diverte e assusta.

Os momentos que fazem o público sentir medo são muito surpreendentes, porque na maioria das vezes, ninguém está esperando o que está por vir. Isso acaba sendo um ponto positivo para a narrativa, que em meio a tantos clichês ainda consegue entreter.

Já a atuação de Kaya Scodelario é simples, não há nada de muito especial, ou cenas que valorizem a interpretação da atriz. Por outro lado, Barry Pepper apresenta muito mais expressividade e experiência que a protagonista. Isso, porém, não interfere na qualidade do filme.

A fotografia escura acaba favorecendo o ambiente de “medo”, e traz uma agonia, já que o público não consegue discernir muitas vezes a água, os personagens e os jacarés, que estão em um sótão com pouca luz.

Como dito antes, a trama entrega aquilo que propõe. Se você deseja tomar uns bons sustos com as telonas, assista “Predadores Assassinos”, a partir de 26 de setembro nos cinemas.

Deixe seu comentário: